POR QUE OS SANTOS DOS ÚLTIMOS DIAS ACREDITAM NO BATISMO PELOS MORTOS?


Uma Evidência Que Deus é Justo e Bom

 

I.B.Irineu

Fonte: Estudo pessoal

 

Batismo pelos mortos é uma poderosa evidência que Joseph Smith foi um verdadeiro Profeta e que a Igreja de Jesus Cristo foi restaurada. A prática Mórmon tem sido ridicularizada como sendo absoluta ficção e uma abominação, e baseada numa terrível má interpretação de 1 Cor. 15:29. Contudo, muito tempo depois de Joseph Smith ter restaurado essa prática através de revelação, dezenas de documentos antigos surgiram, mostrando que os cristãos primitivos (pelo menos alguns) na verdade acreditaram nela, e fizeram batismos pelos mortos como os fazemos hoje.

Hugh Nibley, um erudito Mórmon, tem um excelente artigo com numerosas referências mostrando que essa foi uma verdadeira prática entre os cristãos primitivos, e que foi uma das primeiras coisas a perderem-se com a grande apostasia, quando o sacerdócio e as ordenanças pereceram.

A evidência moderna dos batismos pelos mortos nos tempos antigos é agora tão forte, que uma relativamente nova tradução da Bíblia, a “New English Bible” (publicada por um grupo de igrejas inglesas e escocesas, sem ABSOLUTAMENTE algum laço com a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias) tem uma nota de rodapé sobre 1 Cor. 15:29, dizendo que algumas evidências modernas mostram que alguns cristãos primitivos praticaram batismo por procuração, por aqueles que morreram sem batismo.

O Batismo pelos mortos (e todo o conceito da Graça de Deus sendo alargado a todos os Seus filhos que aceitarão e seguirão Cristo) é uma das minhas coisas favoritas acerca da Igreja, e é evidência para mim, não somente que a Igreja foi restaurada, mas que Deus é Justo e Bom.