O BATISMO PELOS MORTOS

 


Capítulo 17

 

----- Original Message -----
From: Defensor da Fé
To: defesadafe@yahoogrupos.com.br
Sent: Friday, December 06, 2002 8:13 AM
Subject: [Apologética Aplicada] Batismo-Meu Silencio
 
Irineu, Eduardo, Fernando, Airton e demais Apologistas
 
Estou acompanhando todo o debate (que por sinal está num ótimo nível). Ainda não me manifestei pois estou juntando material (tanto de pesquisas minhas como das outras respostas q são enviadas e recebidas pelo Irineu).
Manifestarei meu ponto de vista em breve.
--------------------------------------------
Yuri Eloi
Defensor

 

----- Original Message -----
From: Eduardo Honorato
To: defesadafe@yahoogrupos.com.br
Sent: Friday, December 06, 2002 8:08 AM
Subject: [Apologética Aplicada] Re: Batismo - Eduardo Honorato

Irineu, paz

Só uma dúvida rápida, antes que eu arrume tempo p/ continuarmos o diálogo:

O batismo pelos mortos é realizado pelos SUD apenas em função dos familiares ou também pode ser realizado por outras pessoas, que não sejam de sua própria família ??

Abraços...

----- Original Message -----
From: IRINEU2
To: defesadafe@yahoogrupos.com.br
Sent: Friday, December 06, 2002 9:08 AM
Subject: Re: [Apologética Aplicada] Re: Batismo - Eduardo Honorato
 
Eduardo,
 
O batismo pelos mortos pode ser realizado indistintamente, tanto para familiares, quanto para não-membros da Igreja.
 
A biblioteca genealógica (onde estão guardados os registros) da Igreja é a maior do mundo e está encravada nas montanhas rochosas dos E.U.A. protegida mesmo até de hecatombes nucleares, fornece incessantemente os nomes de pessoas falecidas para que a ordenança seja cumprida nos mais de 100 Templos da Igreja espalhados em todo o mundo.
 
Tenha sempre em mente que ao realizarmos o batismo em favor de uma pessoa falecida, não significa que ela estará salva, pois esta precisa no mundo espiritual ter aceito plenamente o evangelho anunciado por Jesus.
 
Caso contrário, o batismo será como as vezes o é para tantos vivos por aqui, que filiam-se a uma igreja, batizam-se e depois se afastam, ou seja, apesar de ter sido feito a ordenança, se ela não tiver crido verdadeiramente em Jesus, passará a não ter valor algum para ela, no que diz respeito a sua salvação.
 
Entretanto, como nós (os vivos) não sabemos quem está aceitando ou não o evangelho no mundo espiritual, ou seja, quais as pessoas que não tiveram oportunidades de receber essa mensagem em vida, ou ainda aquelas que por algum motivo que somente o Senhor o sabe também não aceitaram plenamente o evangelho, mas podem estar recebendo-o agora, realizamos então o batismo em seus favores, na esperança de que aquelas que já aceitaram a Cristo, necessitam tão-somente dessa ordenança, conforme Ele mesmo ordenou e como foi exaustivamente pregado e praticado pelos apóstolos a partir da ordem de nosso Salvador e Redentor e, de como Paulo a enfatizou quando quis chamar a atenção dos corintios quanto a descrença deles na ressurreição, apesar de estarem cumprindo com esse mandamento e ordenança em favor dos mortos.
 
Fraternalmente,
 
Irineu
 
----- Original Message -----
From: irineu
To: defesadafe@yahoogrupos.com.br
Sent: Saturday, December 07, 2002 8:41 PM
Subject: [Apologética Aplicada] Batismo pelos mortos - Pastor Airton

Pastor Airton,

 

Dando seqüência, finalizo as respostas as suas perguntas (2-10/10) sobre o batismo pelos mortos.

 

2 - Se considera que o morto assim batizado alcança a salvação.

R- O batismo sozinho não leva ninguém a salvação. Ele precisa ter crido antes em Jesus.

 

3 - Quais as condições necessárias para um ser humano ser salvo?

R - Reproduzo as palavras do próprio autor dessa salvação, Jesus Cristo: “Aquele que crer e for batizado será salvo”.(Mc. 16:16)

 

4 - Podem ser batizados todos os mortos, ainda que em vida tenham sido ateus?

R - No mundo espiritual para onde vão todos os mortos, os ateus certamente terão um contato mais pleno sobre o evangelho e a filosofia ateísta ser-lhes-á tirada, tendo portanto a possibilidade de, crendo em Jesus, necessitarem receber também o batismo, conforme Cristo ordenou.

 

5 - Na parábola do rico e Lázaro, conforme Lucas 16.19-31, você considera que se o rico fosse batizado por seus irmãos ele sairia do lugar tormentos para o lugar de paz?

 

R - No caso do homem rico, penso em duas situações:

- Se ele em vida, como parece a parábola contar, infelizmente não creu o suficiente para ter uma vida mudada e apegada as coisas de Deus conseqüentemente nada mais poderia ser feito, mesmo que um dos seus irmãos batizasse-se em seu favor.

 

Entretanto, o julgamento sempre caberá em todas as instâncias, mesmo nas últimas ao Senhor que conhece tudo e a todos..., portanto prefiro deixar o julgamento deste para o Senhor.

 

6 - Como saber se o morto realmente está desejando ser batizado?

R - Não sabemos inteiramente. Muitos sonham com seus antepassados que direta ou indiretamente no sonho deixam transparecer a necessidade que tem do batismo e por já terem crido plenamente em Jesus, falta-lhes apenas a ordenança. Mas, como já expliquei em outras ocasiões, o batismo é feito a todos, se este terá o alcance necessário sempre dependerá da aceitação plena de Cristo como Salvador e Redentor por aquele a quem o batismo foi realizado.

 

7 - Como podem  os mórmons julgar que determinado morto está necessitando de batismo?

R - Não julgamos, apenas obedecemos a ordem explicita de Cristo sobre essa sagrada ordenança. Se ela terá efeito para a qual se propõem isso será entre quem recebeu-a e o Senhor.

 

8 - Batizar um morto que em vida nunca creu no Evangelho nem em Jesus Cristo não estaria em discordância com a ordenança do próprio Jesus? ("Quem crê e for batizado...").

R - Que bom Pastor Airton, que o Senhor compreende essa ordem de Cristo ao enfatizá-la nesse contexto.  Isso está respondido na pergunta 4, ok.

 

9 - Se considera que o morto creu mas não teve tempo de se batizar, como explicar a salvação do ladrão na cruz, e as disposições de João 3.18 e Efésios 2.8?

R - A situação do ladrão na cruz já foi comentada por mim em outros e-mails direcionados ao Eduardo e ao Yuri. Se o senhor não tiver acesso a eles, poderei repeti-los.

 

Sobre João 3:18, basta continuar lendo o mesmo capítulo e chegará ao versículo 22 que diz claramente: "...Foi Jesus com seus discípulos para a terra da Judéia, e estava ali com eles e batizava."

 

Paulo pregando aos efésios (Ef. 2:28), mais uma vez enfatiza a necessidade de atentar ao primeiro princípio do evangelho, ou seja, crer em Jesus.

 

Sem priorizar este princípio, nada mais pode ser dito, escrito ou falado sobre o evangelho, pois se alguém já não crer em Jesus e em Suas boas novas, que adiantaria saber sobre ordenanças, ressurreição, batismos ou qualquer outra doutrina pertinente ao evangelho.

 

Por isso é básico, elementar, primário mesmo saber que somos salvos por Jesus. Crendo que Ele é o Autor e Consumador de nossa salvação e redenção e que sem Ele nada somos e/ou podemos fazer. Qualquer pessoa que for batizada, necessitará antes crer em Jesus., pois isso, repito, é a causa primária da ordenança do batismo.

 

Entretanto, tenha sempre em mente que a partir do momento que essa crença e fé é aceita por uma pessoa, esta passa a ter a necessidade de obedecer aos ensinamentos desse homem chamado Jesus, no qual, ele creu como necessário para a sua salvação e, assim sendo, deve então agir como Ele próprio ordenou: "crer" - ele já creu - "e for batizado" – então batiza-se naturalmente a partir da crença Nele -  e, finalmente recebe a promessa - "será salvo".

 

Do mesmo jeito como Pedro, de forma coerente a ordem de Cristo, pregou na festa de pentecostes aquelas quase 3000 pessoas.

 

Quando elas já tinham crido na obra redentora de Jesus e perguntaram para Pedro: " e agora, o que precisamos fazer"? Ele, tão-somente seguindo a expressa ordem de Jesus, disse "...sede batizados..." (Atos 2:37-38)

 

10 - Se considera o batismo indispensável à salvação, admite que toda a humanidade poderia ser salva se houvesse condições (registros cartorários) para tal?

 

O batismo não salvará a humanidade. Ele é apenas parte da ordem de Cristo. Necessário antes de qualquer outra coisa, ter-se fé em Jesus. Certamente, esse trabalho continuará no chamado período de mil anos com Cristo, onde todas as coisas ainda encobertas ou desconhecidas serão reveladas, o que incluirá o nome de todos que ainda não foram batizados por serem até o momento desconhecidos.

 

Pela forma como as perguntas foram colocadas, parece-me que o Senhor já deve ter um conhecimento acerca desse assunto à luz do que creio, por isso espero de alguma forma tê-lo esclarecido um pouco mais sobre.

 

Ficaria muito grato ainda se pudesse me dizer qual sua religião e responder-me a pergunta que reproduzo novamente a seguir:

 

O que acontece ou aconteceu com aquelas pessoas que morreram sem conhecerem o evangelho de Cristo?

Pessoas essas que nunca ouviram falar de Cristo, inclusive existindo em nossos dias muitos lugares onde o evangelho não é pregado. E essas pessoas se já não morreram vão morrer sem esse conhecimento.

O que acontecerá com essas pessoas? Estarão salvas? Perdidas? Qual sua opinião sobre?

 

Para mim, Pastor Airton, é sempre uma satisfação e honra poder falar-lhe sobre minha fé e crença, como Pedro mesmo recomendou: “Sempre antes santificai em vossos corações a Cristo como Senhor e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a todo aquele que vos pedir a razão da esperança que há em vós”. (IPedro 3:15)

 

Fraternalmente,

 

Irineu

 


Cap. 18