O BATISMO PELOS MORTOS

 


Capítulo 12

 

----- Original Message -----
From: Eduardo Honorato
To: Defesa da Fé
Sent: Monday, December 02, 2002 5:59 PM
Subject: [Apologética Aplicada] Regeneração batismal - Versículos usados

Quero, antes de comentar os versos bíblicos normalmente usados para "provar" a salvação através do batismo, enfatizar que meu intuito não é diminuir a importância do mesmo.

A questão é que percebe-se pelas escrituras que a igreja primitiva jamais teve algum problema referente a isso. Era uma verdade patente na comunidade cristã, o fato de que a salvação se dá INTEIRA E COMPLETAMENTE pela fé no Salvador Jesus Cristo.

Com o surgimento de doutrinas estranhas, têm-se feito cada vez mais necessária uma análise aprofundada das escrituras, para desmontar algumas teorias obviamente heterodoxas (o caso da regeneração batismal, por exemplo).

A citação de Paulo aos Coríntios, II Cor 6.2, deveria, per si ser suficiente para os que crêem num batismo necessário para a salvação. Crendo que toda e qualquer doutrina deve ser baseada em passagens CLARAS da bíblia (não é o caso do mormonismo que se baseia na passagem obscura de I Pedro 3.19 para "provar" que o homem têm chances depois de morrer), então afirmo que: o batismo não é necessário para a salvação do homem.

As passagens normalmente usadas são:

Gálatas 3.27

O verso diz: "Porque todos quantos fostes batizados em Cristo já vos revestistes de Cristo." É válido, antes de mais nada, observar que há mais de um batismo relatado nas escrituras (Hebreus 6.2). Assim, nem todo batismo é necessariamente o batismo nas águas!! Esse verso é um dos casos. Quando e como somos batizados em Cristo? A resposta está em I Cor 12.13: "Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito." (1CO 12:13)

NÃO É "pela água" que somos batizados em um corpo, mas "por um Espírito" (Tito 3.5). Gl 3.27 NÃO SE REFERE ao batismo nas águas. Da mesma forma que o "um só batismo" de Efésios 4.5 é relatado em ICor12.13. Assim, esse "batismo no corpo de Cristo" se dá no exato momento que a pessoa confessa sua fé no salvador Jesus Cristo.

João 3.5

Normalmente se assume que o "nascer da água" neste versículo refere-se ao batismo. É claro que tudo parte do pressuposto da regeneração batismal. Existe uma regra hermenêutica de interpretação que diz que um versículo não pode ser do tipo "misturado" (seria, contendo uma citação literal e uma espiritual ao mesmo tempo). Assim sendo, tudo o que é literal deve ser encarado como tal. Já o que possui sentido espiritual, contém toda a sua mensagem no campo espiritual. Essa regra, elimina a possibilidade de que a "água" neste versículo seja a água batismal. Veja porquê:

  • A passagem fala em "nascer" da água e do espírito.
  • Nascer, espiritualmente falando, é facilmente entendível. Ora, nascer de novo espiritualmente é algo bíblico de fácil entendimento.
  • Assim como o "nascer do espírito" exige que morramos, assim o "nascer da água", também.
  • Se a passagem fala de "nascer do espírito" então o "nascer da água" também possui sentido espiritual.
  • Caso não possuísse sentido espiritual, e entendêssemos a água como literal, teríamos também que considerar que a água LITERALMENTE ressuscita, pois teríamos que morrer LITERALMENTE para poder "nascer da água".

Então, conclui-se que a "água" do versículo em questão NÃO É a água do batismo. Qual seria esta água?

Leiamos

"Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra," (EF 5:26)

Portanto, a água de Jo 3.5, pode ser a palavra de Deus, pela qual o homem pode ser salvo. "Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre." (1PE 1:23)

Marcos 16.16

Esse verso trata de dois tipos de pessoas. As que foram batizadas e são salvas, e as que não foram batizadas. O verso não diz NADA sobre as pessoas que foram salvas e não foram batizadas. Seria algo como "Aquele que crer e for à igreja será salvo, mas o que não crer será condenado". Apesar deste versículo NÃO se referir à quem não foi batizado, João 6.47 se refere.

"Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim tem a vida eterna." (JO 6:47)

Isso se estende a todo o que crê. Isso inclui os que não são batizados. Portanto, o uso de Mc 16.16 para provar a regeneração batismal não têm fundamento. Afinal, a bíblia jamais menciona que "quem não for batizado será condenado". Tal pensamento se dá somente quando o pressuposto é baseado no fato de que "o batismo salva". Infelizmente, para os que assim crêem, a bíblia diz o contrário.

Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça. Is 41:10

----- Original Message -----
From: irineu
To: defesadafe@yahoogrupos.com.br
Sent: Monday, December 02, 2002 9:56 PM
Subject: [Apologética Aplicada] Batismo - Eduardo Honorato

Prezado Eduardo,

 
Antes de responder completamente o e-mail enviado, gostaria ainda que vc comentasse especificamente as 4 perguntas abaixo:
 
Pergunta 1) Por que Jesus ORDENOU o batismo, se bastaria usar de fé Nele e tudo estaria bem?
 
Pergunta 2) Se o batismo fosse como vc acredita, por que os apostolos tiveram o trabalho de batizar as quase 3000 pessoas, se se bastasse aceitar Jesus? Não parece ser bastante contraditório com o que vc afirma ser o batismo, algo que poderia ser descartável ou desnecessário?
 
Pergunta 3) Porque Jesus além de ORDENAR o batismo, Ele próprio já tinha sujeitado-se a ele (batismo), se o batismo é algo que pode ser substituido com um "mero aceitar Jesus"?
 
Pergunta 4) Porque que mesmo depois da ressurreição de Cristo, os apostolos continuaram batizando as pessoas, se isso não seria necessário, pois bastaria dizer sim para a fé em Cristo?
 
Aguardo seus comentários sobre isso para em seguida expor minha opinião mais completamente sobre o que escreveu, Ok?
 
Um fraterno abraço,
 
Irineu

 

----- Original Message -----
From: Eduardo Honorato
To: defesadafe@yahoogrupos.com.br
Sent: Tuesday, December 03, 2002 9:23 AM
Subject: [Apologética Aplicada] Batismo - Eduardo Honorato

Irineu, paz do Senhor.

Tentarei ser o mais conciso possível.

Pergunta 1) Por que Jesus ORDENOU o batismo, se bastaria usar de fé Nele e tudo estaria bem?

O batismo é o sinal externo de uma aliança. Assim como ele ORDENOU que fosse pregado o evangelho. Todo o cristão que ama a Deus e segue os ensinamentos de Cristo, CERTAMENTE IRÁ SE BATIZAR. Ele ira fazê-lo porque AMA, para demonstrar publicamente sua fé. O batismo é ministrado aos salvos, e não para salvar.

Pergunta 2) Se o batismo fosse como vc acredita, por que os apostolos tiveram o trabalho de batizar as quase 3000 pessoas, se se bastasse aceitar Jesus? Não parece ser bastante contraditório com o que vc afirma ser o batismo, algo que poderia ser descartável ou desnecessário?

Veja Irineu, eu jamais disse que "o batismo é descartável". Eu não coloquei isso. A questão que tento abordar é outra. Existe um grande problema para quem afirma que ocorra a salvação na hora do batismo. Como ficam as palavras de Cristo, "Está consumado"(Jo 19.30)? O QUÊ exatamente, Cristo consumou, caso exista algo mais que seja exigido para a salvação? A resposta encontramos na própria palavra de Deus:

"De outra maneira, necessário lhe fora padecer muitas vezes desde a fundação do mundo. Mas agora na consumação dos séculos uma vez se manifestou, para ANIQUILAR o pecado pelo sacrifício de si mesmo." (HB 9:26)

Aniquiliar: Do grego ATHETESISSegundo Strong: Abolição, revogação, aniquilação, eliminação.

Assim sendo, os apóstolos tiveram o "trabalho" (eu teria PRAZER ao invés de achar que isso é "trabalhoso") simplesmente porque estavam cumprindo com a ordem do mestre.

Pergunta 3) Porque Jesus além de ORDENAR o batismo, Ele próprio já tinha sujeitado-se a ele (batismo), se o batismo é algo que pode ser substituido com um "mero aceitar Jesus"?

No mesmo contexto onde Cristo ORDENOU o batismo, ele também ORDENOU o "IDE". Pense comigo: São ordens diretas. Alguém pode contestar? NÃO. Porém, existem pessoas que não podem cumprir?? SIM.

Um paralítico poderia cumprir o "IDE"?? Certamente que não. Ora, mas então o paralítico não pode ser salvo? O que você responderia ?? Eu responderia ""PORQUE TODO AQUELE que invocar o nome do SENHOR será salvo." (RM 10:13). Mesmo que o tetraplégico não possa cumprir o IDE (que foi ordenado juntamente com o batismo), certamente o tetraplégico poderia ser salvo. Você arriscaria em dizer que não?

Então veja, porque um crente SALVO poderia negar a se batizar, já que foi uma ordenança de seu Mestre? Talvez porque ele não esteja verdadeiramente salvo. Da mesma forma, porque o crente salvo rejeitaria o "IDE"? Eu "chuto" que pelo mesmo motivo anterior...

Pergunta 4) Porque que mesmo depois da ressurreição de Cristo, os apóstolos continuaram batizando as pessoas, se isso não seria necessário, pois bastaria dizer sim para a fé em Cristo?

Você continua achando que eu aleguei que "o batismo não é necessário". Há uma diferença entre "o batismo sendo necessário para salvação", e o "batismo sendo necessário". Além do mais, a conhecidíssima passagem "Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;" (MT 28:19) ocorreu, obviamente DEPOIS da ressurreição, ou seja, foi ordenado pelo próprio Cristo. A santa ceia também foi uma ordenança. Poderíamos dizer que só será salvo quem teve tempo de participar da santa ceia?

Portanto, é claro que o servo de Cristo estará se submetendo a cumprir tudo aquilo que seu Mestre ordenou. Porém, o servo é salvo não por cumprir as ordenanças, mas EXCLUSIVAMENTE pelo sacrifício do cordeiro.

Graça e paz.

----- Original Message -----
From: IRINEU2
To: defesadafe@yahoogrupos.com.br
Sent: Tuesday, December 03, 2002 10:59 AM
Subject: Re: [Apologética Aplicada] Batismo - Eduardo Honorato
 
Prezado Eduardo,
 
Por isso é importante o diálogo em todos os sentidos. Tanto para vc esmiuçar melhor sua e minha opinião como para mim também fazer o mesmo.
 
O batismo para nós não é como alguns entendem, uma regeneração. Não acreditamos assim.
 
Não acreditamos que alguém seja salvo na hora do batismo!
 
Ninguém é salvo porque batizou-se, entretanto - reafirmando e-mails anteriores - todos os que voltarem a presença de Deus estarão todos batizados.
 
Para nós o batismo é um mandamento, tal qual Jesus ordenou. Depois de crer, segue-se o batismo. É uma consequencia natural e foi assim ensinado e praticado pelos apostolos.
 
Portanto, não advogamos a questão da regeneração, mas explicitamente do mandamento. Ok?
 
Em momento algum colocamos o batismo acima da obra redentora de Jesus. O que estou a ressaltar nesse assunto com vc é que esse mesmo Jesus, ordenou que todos aqueles que crerem sejam batizados. Observe, Eduardo que Jesus não deixa margem para dúvidas ou dúbias interpretações. Ele diz textualmente: "aquele que crer e for batizado".
 
Ainda a respeito de seu comentário do porque que Cristo não enfatizou "o não ser batizado", quando complementou a frase com "aquele que não crer será condenado", torna-se evidente, porque quem não creu, Eduardo, obviamente não desejará e nem precisará ser batizado. Portanto, naõ faria sentido algum, Jesus repetir o "não ser batizado". Ok?
 
Responda-me, Eduardo, a essa questão, por gentileza: Vc acredita que alguém voltará a presença de Deus sem ter o batismo?

Cap. 13