DECLARAÇÕES DO PROFETA VIVO

Pres. Hinckley


A Benção do Sacerdócio

“É uma benção maravilhosa que todo portador do sacerdócio de Melquisedeque possa impor as mãos sobre a cabeça de sua esposa ou filhos, quando eles precisarem ser abençoados. Para as mulheres presentes, eu digo: Grande é sua benção no sacerdócio que seu marido possui. Todo homem que vive e honra o sacerdócio será um marido, pai e homem melhor. Que maravilhoso é saber que um dos grandes propósitos da restauração da obra do Senhor foi dar a todos os homens o direito de falar em nome de Deus, nosso Senhor, o Salvador do mundo.”(Serão, Pusan, Coréia, 21/mai/1996).

A Essência do Trabalho Missionário

“Gostaria de dizer-lhes que reconhecemos as verdades encontradas em todas as coisas boas que nelas existem. De fato, dizemos às pessoas que tragam consigo tudo o que tiverem de bom e vejam o que poderemos fazer para melhora-las. Esse é o espírito do trabalho. Essa é a essência do trabalho missionário”. (Reunião, Nairóbi, Quênia, 17 de fevereiro de 1998).

A Expiação

“Se alguém ainda tiver alguma dúvida a respeito da divindade desta obra, pondere a importância da universalidade dos mais ricos frutos da Expiação. Sim, a Ressurreição, concedida a todos os homens pela graça de Deus, mas, além disso, o magnífico conceito da exaltação e vida eterna pôr meio da aceitação e do cumprimento dos princípios do evangelho. Sinto-me extremamente grato pôr isso”.(Serão realizado em Nottingham, Inglaterra, 30 de agosto de 1995).

A Fé do Profeta Joseph Smith

“Joseph foi ao bosque quando ainda era menino. Já me perguntei várias vezes pôr que o Senhor permitiu que isso acontecesse quando Joseph tinha apenas 14 anos de idade. Pôr que não esperou até que Joseph tivesse vinte, trinta ou quarenta anos, quando teria a maturidade da idade adulta? Joseph foi ao bosque – o Senhor permitiu que isso acontecesse – e recebeu resposta a sua dúvida porque o fez com a perfeita confiança de um menino. Não havia dúvidas em sua mente. Ele disse que se alguém necessitava de sabedoria essa pessoa era ele, e foi exatamente isso que pediu, com plena confiança de que algo iria acontecer como resultado de sua oração. Não temos qualquer registro das palavras usadas pôr Joseph em sua oração. Sabemos, porém, que ele fez a pergunta e conversou com o Senhor. Nesses breves ou longos minutos, Joseph Smith aprendeu mais a respeito da natureza de Deus do que todos os mais ilustres teólogos de todos os tempos aprenderam na vida”.(Reunião de Missionários, Rochester, Nova York, 12 de julho de 1996).

A Igreja

“A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias tem uma posição única no mundo. Ela surgiu pôr intermédio da visita de Deus, o Pai Eterno, e do Senhor ressurreto Jesus Cristo a um menino cuja mente não tinha sido confundida pelas doutrinas de outras igrejas nem pela filosofia do mundo. Sua mente era pura. Seu semblante era puro. E ele aceitou as revelações que lhe foram concedidas pelo Todo-Poderoso. Assim, depois desta primeira grandiosa visão, a respeito da qual espero que todos vocês tenham lido, houve outras manifestações do poder de Deus: O livro de Mórmon, como outro testamento do Senhor Jesus Cristo, e o santo sacerdócio, que concede a todo homem digno a autoridade para falar em nome de Deus. Não existe nada nesta Terra que se compare a esta Igreja”.(Reunião, Praia, São Tiago, Cabo Verde, 22/fev/1998).

A Igreja e a Política

“A Igreja não endossa nenhum partido ou candidato político, nem permite que os edifícios da Igreja sejam utilizados para fins políticos. Acreditamos que a Igreja deva permanecer afastada de assuntos políticos, a menos que uma questão moral esteja envolvida. Nesse caso, esperamos ter o direito de manifestar nosso ponto de vista. Contudo, em relação a questões políticas corriqueiras, procuramos permanecer isentos como Igreja, ao mesmo tempo que incentivamos nossos membros, na qualidade de cidadãos, a exercerem toda sua liberdade política como indivíduos. Acreditamos também que é do interesse de todo bom governo permitir a livre adoração, a liberdade de culto. Nossa declaração oficial afirma : “Pretendemos o privilégio de adorar a Deus, Todo –Poderoso, de acordo com os ditames de nossa consciência e concedemos a todos os homens o mesmo privilégio, deixando-os adorar como, onde ou o que quiserem”(Entrevista coletiva à imprensa, Tóquio, Japão, 18/mai/1996).

A Mais Grandiosa Época da História da Igreja

“Meus irmãos e irmãs, estamos vivendo no dia do cumprimento da profecia. Esta é a mais grandiosa época da história da Igreja. Nunca houve uma época como esta. Somos mais numerosos que nunca: uma grande família de 10 milhões de pessoas espalhadas pôr 160 países. Os meios de comunicação nos tratam com sinceridade, generosidade e justiça. Temos uma boa reputação entre a maioria das pessoas. (...) Esta é uma época maravilhosa de se viver. É uma época maravilhosa de ser membro desta Igreja. Invejo estes jovens que estão aqui reunidos hoje. Eles têm toda a vida pela frente. Verão coisas maravilhosas nos anos vindouros. Não tenho a menor dúvida disso. A Igreja crescerá cada vez mais, e nenhuma força abaixo dos céus poderá detê-la.”(Reunião, Hamilton, Ontário, Canadá, 5/ago/1998).

A Missão da Igreja

“É muito importante nos lembrarmos sempre de que esta Igreja tem a suprema missão de auxiliar nosso Pai Celestial em Sua obra e Sua Glória – proporcionar a imortalidade e a vida eterna a Seus filhos e filhas. Devemos ter isso sempre em mente. Tudo o mais é secundário e depende desse conhecimento”. (Reunião com o Bispado presidente, diretores da revista da Igreja e com os diretores de assuntos temporais, Salt lake city, Utah, 1º de abril de 1996).

A Morte

“A morte faz parte da vida. É um elemento fundamental e básico de nossa vida eterna. Não poderemos progredir para o grande trabalho que temos pela frente sem transpor as portas da morte, pôr mais doloroso que isso seja para os que ficam para trás. Tenho a convicção de que será uma experiência maravilhosa para aqueles que viveram em retidão e fidelidade”.(Funeral de Harry V. Brooks, Salt Lake City, Utah, 23 de fevereiro de 1996).

A Obra do Senhor

“Queridos amigos, colegas, irmãos e irmãs. Deus os abençoe neste grandioso trabalho. Ele é verdadeiro! É a obra do Senhor. Ele está a frente deste trabalho, que é o ponto culminante de Sua obra em todas as gerações da história. Esta grandiosa era constitui o auge do estabelecimento da obra desde a estada do Salvador na Terra, passando pela época dos apóstolos e os difíceis anos que se seguiram, os séculos da Idade Média e o trabalho dos reformadores que procuraram oferecer um pouco de luz e entendimento ao mundo cristão até chegarmos a esta que é a dispensação da plenitude dos tempos, quando foram restauradas todas as coisas das dispensações anteriores. Este é o dia glorioso do trabalho do Senhor, e somos todos muito afortunados em fazer parte dela. Que desempenhemos bem a nossa parte e O sirvamos em verdade, justiça e fidelidade, de modo que quando tudo estiver terminado, Ele possa dizer: ‘Bem está, servo bom e fiel; (…) entra no gozo do teu senhor’. (Mateus 25:23)”. (Seminário de Diretores de assuntos temporais, Salt Lake City, Utah, 10 de abril de 1998).

A Obra Está Progredindo

“A obra do Senhor está progredindo. Está progredindo pôr causa da fé das pessoas. O Salvador deu-nos o mandamento de pregar o evangelho a to da nação, raça, língua e povo. Estamos atualmente estabelecidos em mais de 150 nações, e em todos os lugares que estivemos encontramos grandes e excelentes líderes que possuem o sacerdócio, mulheres de grande fé e capacidade, jovens que cantam como um coro de anjos, pessoas que vivem a Palavra de Sabedoria, pessoas que pagam seu dízimo, pessoas que têm no coração um testemunho da divindade desta obra.”(Conferência regional, Osaka, Japão, 19/mai/1996).

A Primeira Visão

“Foi aqui, no estado de Nova York, que Joseph Smith teve a Primeira Visão. Esse é o fator principal de nossa história. Toda a autoridade divina que declaramos possuir, toda a verdade que oferecemos concernente à validade desta obra, tudo tem origem na Primeira Visão do Profeta menino. Esse foi o grande despertar da dispensação da plenitude dos tempos, quando Deus prometeu que restauraria todo o poder, os dons, as bênçãos de todas as dispensações anteriores num grande ápice, e nós estamos bem aqui (no Estado de Nova York) onde isso ocorreu. E, repito, amados irmãos e irmãs, toda a nossa causa gira em torno desse acontecimento”.(Reunião de missionários, Rochester, Nova York, 12/jul/1996).

A Retidão Moral

“Incentivo-os, meus queridos amigos, a defenderem os padrões morais em um mundo no qual a imoralidade, a devassidão, a pornografia e todas as coisas ruim do gênero estão varrendo a Terra como um dilúvio. Em primeiro lugar, nenhum de nós pode deixar-se envolver com este lixo. Nenhum de nós, nenhum mesmo, pode envolver-se com coisas como fitas de vídeo imorais, programas de televisão sugestivos, filmes degradantes, revistas sensuais, números de telefone com prefixo 0900 ou o tipo de imundície que hoje pode ser recebida via Internet. Fujam dessas coisas como se fosse praga, pois são uma doença grave e mortal. Apóiem as campanhas contra as drogas ilegais. A utilização dessas drogas, em particular entre os jovens, dobrou nos últimos quatro anos. Aonde vamos parar? Vidas são arruinadas, carreiras são destruídas, até a geração seguinte é prejudicada, muitas vezes de forma irremediável, quando pessoas jovens tomam drogas e se viciam. Vocês podem estender a mão para prevenir uma decisão Insensata de um rapaz ou moça. Seu interesse, sua atenção e sua voz podem fazer a diferença entre a vida e a morte, de modo muito literal. Defendam a integridade em seu trabalho, em sua profissão, em seu lar, na sociedade em que vivem. Não é suficiente isolarem-se do mundo e buscarem apenas seus interesses particulares. É preciso que ergam a sua voz. O peso de sua postura pode ser suficiente para fazer a balança pender para o lado da verdade.”(Devocional da BYU, Provo, Utah, 17/set/1996).

A Secularização da Sociedade

“Minha maior preocupação, meu maior interesse, é que preservemos para a geração vindoura aqueles maravilhosos elementos de nossa sociedade e nosso modo de vida, deixando-lhe como legado os pontos fortes e as boas qualidades que usufruímos. Preocupo-me, porém, ao ver alguns sinais da enfermidade que mencionamos. Creio que um fator importante na decadência que observamos a nossa volta decorre do fato de as pessoas estarem renegando o Deus que nossos pais conheciam, amavam, adoravam e procuravam para conseguir forças. Existe uma secularização plenamente discernível em andamento no mundo. Suas conseqüências são a deterioração da vida em família, o enfraquecimento da autodisciplina, a ridicularização do conceito de que seremos levados a responder pôr nossos atos perante o Todo-Poderoso e uma arrogância inaceitável em qualquer pessoa que foi tão ricamente abençoada pela bondade da generosa Providência Divina como nós.”(Reunião comemorativa do centenário do estado de Utah, 4/ago/1996).

A Situação Financeira da Igreja

“A Igreja está em boas condições financeiras. Desejo assegurar-lhes disso(...) Chego quase a chorar ao ver a fé que nosso povo demonstra no pagamento de seus dízimos e ofertas. (...) Os fundos desta Igreja são sagrados e precisam ser protegidos porque representam o sacrifício da viúva, bem como do homem rico. Estamos procurando ser cuidadosos, sábios, criteriosos, prudentes e, espero, inspirados. No entanto, isso somente é possível graças a fé de nosso povo no pagamento de seus dízimos e ofertas.”(Conferência regional, reunião de liderança do sacerdócio, Charlotte, Carolina do Norte, 24/fev/1996).

A Solução Para a Pobreza

“Chorei ao ver a pobreza e o sofrimento do povo desta parte do mundo. Meu coração está cheio de compaixão pôr essas pessoas. Não sei qual pode ser a solução, exceto o evangelho de Jesus Cristo. Acho que essa é a única coisa que poderá ajudá-las e abençoar sua vida. Se essas pessoas, mesmo vivendo na pobreza e miséria, olharem para Deus com esperança e fé, serão consoladas nos momentos de tristeza. Creio também de todo coração que se aceitarem o evangelho e o viverem, pagando seus dízimos e ofertas, pôr menores que sejam, O Senhor cumprirá Sua antiga promessa em favor delas, e terão arroz em seus pratos, roupas para vestir e um teto onde morar. Não vejo outra solução. Essas pessoas precisam de um poder maior do que qualquer coisa existente na Terra para elevá-las e ajudá-las”.(Reunião missionária, Missão Filipinas Cebu, 01/jun/1996).

A Virtude

“Não existe substituto para a virtude. Tenham pensamentos virtuosos. Ergam-se acima da imundície que existe à sua volta no mundo e permaneçam fortes e virtuosos. Vocês podem faze-lo e serão mais felizes pôr isso enquanto viverem. Deus os abençoará pôr valorizarem e desenvolverem esse grandioso Dom da virtude pessoal e a ele se apegarem.”(Reunião de missionários, Salt Lake City, Utah, 18/dez/1995).

“Não existe nada mais precioso em todo este mundo do que a virtude. Agora, se houver entre vocês alguém que tenha ultrapassado os limites e transgredido, e que pense estar tudo perdido, quero dizer que não está tudo perdido. O principio do arrependimento é o primeiro principio do evangelho após a fé no Senhor Jesus Cristo. Vocês podem arrepender-se e deixar o passado para trás e, assim, limpar seu nome, apagar as marcas do quadro da vida e seguir em frente. Se houver alguma coisa assim em seu passado, conversem confidencialmente com o bispo e acertem o que for necessário, para poderem prosseguir com pureza. Sejam puros. Não há nada mais belo neste mundo que uma linda moça de pensamentos, palavras e obras puras, nem nada mais atraente que um rapaz do mesmo quilate.”(Serão para os jovens, San Diego, Califórnia, 23/mar/1996).

Aos Solteiros

“Precisamos de sua força. Precisamos de sua fé. Precisamos de suas habilidades. Precisamos de seu testemunho. Precisamos de sua vontade de servir na obra do Senhor. Sejam fiéis, sejam verdadeiros e dediquem-se a esta obra. Esta é a única forma de encontrarem paz e felicidade na vida, e vocês a encontrarão se viverem o evangelho. Este é o caminho da verdade, da vida e da compreensão”. (Ala Emigration II, Estaca Salt Lake Emigration, reunião sacramental, 3 de março de 1996).

As Bênçãos da Missão

“Vocês estão fazendo um sacrifício, mas não se trata de um sacrifício realmente, já que receberão mais do que aquilo que renunciarem, e ganharão mais do que doarem. Isso provará ser um investimento com enorme retorno e uma bênção, em vez de um sacrifício. Ninguém que já tenha servido nesta obra como missionário e que tenha dado o melhor de si precisa preocupar-se em fazer sacrifício, pois haverá bênçãos na vida dessa pessoa pelo tempo em que ela viver. Não tenho a menor dúvida disso”. (Reunião com Missionários, Honolulu, Havaí, 17 de fevereiro de 1996).

As Chaves do Sacerdócio

“Esta tarde, fomos à Igreja dos Apóstolos onde se encontra a estátua original do Christus, feita pôr Thorvaldsen. Em ambos os lados dessa bonita capela encontram-se as estátuas dos Apóstolos, inclusive Pedro com as chaves do sacerdócio nas mãos. Acho que as pessoas responsáveis pôr aquela igreja não entendem o significado daquelas chaves, mas para nós, elas são reais, genuínas. O Senhor disse a Seus Apóstolos: ‘E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus’. Aquelas eram as chaves eternas do Sacerdócio que foram restauradas pôr Pedro, Tiago e João, e também pôr Moisés, Elias e o Profeta Elias. Elas são as chaves da plenitude do sacerdócio, como diz o Senhor na seção 124 de Doutrina e convênios, as que foram usadas na casa do Senhor”.(Reunião de missionários, Copenhague, Dinamarca,14/jun/1996).

As Expectativas do Senhor

“O senhor espera grandes coisas de seu povo. Fazemos parte de Seu povo. Quase todos aqui presentes entraram nas águas do batismo para a remissão de seus pecados. Vocês foram sepultados na água e deixaram para trás, pôr assim dizer, o seu velho eu e saíram das águas em novidade de vida, com os pecados perdoados, prontos para fazer o que o Senhor espera de vocês. O que Ele espera de nós? O que Ele nos ordenou fazer? Ele espera que sejamos bons homens e mulheres; que sejamos homens e mulheres honestos, íntegros, cheios de fé e boas qualidades. Essa é uma das coisas que Ele espera daqueles que se tornaram membros de sua Igreja e reino. Ele espera que O amemos, que O adoremos, que façamos sua vontade.’Amarás o senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento’. (Mateus 22: 37-38) Não são palavras vãs. São palavras que nos dizem o que Ele espera de nós: Que o amemos e sigamos mais de perto o exemplo de Sua bela vida.”(Reunião, Las Palmas, Ilhas Canárias, 13/fev/).

Abençoado Por Pagar o Dízimo

“Sempre foi uma bênção devolver ao Senhor um décimo do que Ele nos deu. Irmãos e irmãs, tenho grande testemunho do dízimo. Nunca me foi difícil pagar o dizimo, mesmo nos momentos de dificuldade financeira, porque o Senhor fez a promessa de que nos abençoaria se o fizéssemos. Não sou eu que faço essa promessa. Não é o bispo que faz essa promessa. O Senhor fez essa promessa, e é Ele que tem o poder de cumpri-la”. (Conferência regional, montevidéu, Uruguai, 10 de agosto de 1997).

Ajudar os Conversos

“Temos todos a obrigação de fazer amizade com os conversos, abraçá-los e fazer com que se tornem plenamente ativos na Igreja. Não é suficiente freqüentar as reuniões da Igreja aos domingos; devemo-nos esforçar todos os dias. Desejo de todo o coração que (...) todo homem, mulher e criança que forem batizados permaneçam fiéis e ativos. E isso pode acontecer, se todos vocês tomarem a firme decisão de estender a mão e ajudar os recém-conversos. Não há sentido em os missionários batizarem pessoas, para que elas freqüentem a Igreja durante algum tempo e depois se afastem. Vocês permaneceram fiéis, e expresso-lhes minha gratidão pôr isso, mas quero exortá-los novamente a fazer um esforço a mais para estender as mãos para aqueles que foram batizados recentemente. Eles não conseguirão prosseguir sozinhos. Ainda não são fortes o suficiente. Precisam de sua ajuda. Deus os abençoe ao se esforçarem para fazer amizade com os recém-conversos. Isso é algo extremamente importante. É um principio do Evangelho de Jesus Cristo. Somente quando estendermos a mão para ajudar o próximo é que seremos verdadeiros santos dos últimos dias.”(Serão, San José, Costa Rica, 20/jan/1997).

Ajudem os Recém-Conversos a se Desenvolverem

“Quero pedir a todos vocês que cuidem daqueles que são batizados. Os missionários irão ensinar-lhes o evangelho, mas é sua a oportunidade e responsabilidade de amá-los e cuidar deles, de oferecer-lhes sua amizade, responder a suas dúvidas e ajudá-los com seus problemas. Não é fácil filiar-se a esta Igreja. Um converso precisa abandonar seus velhos amigos e conhecidos, limpar sua vida e tornar-se membro da Igreja. Ele precisa de ajuda. Precisa de amigos. Precisa de algo para fazer, e é sua oportunidade, quer sejam idosos ou rapazes, senhoras ou moças, meninos ou meninas, fazer com que todos os que forem batizados na Igreja aumentem a fé que têm nesta Igreja. Creio que Deus nos considerará responsáveis se deixarmos de faze-lo.” (Reunião, León, México, 11/mar/1998)

Amar ao Senhor.

“Amar ao senhor não é apenas um conselho, não é apenas um desejo. É um mandamento. É o primeiro e grande mandamento que nos cabe cumprir, porque o amor a Deus é a raiz de todos os outros tipos de amor. O amor a Deus é a raiz de toda virtude, de toda bondade, de toda força de caráter, do compromisso de fazer o que é certo. (...) Amem o Senhor nosso Deus e amem Seu Filho, sendo sempre gratos pelo amor Deles pôr nós. Quando outros amores desaparecerem, haverá o amor resplendente, transcendente e eterno de Deus a cada um, e o amor de Seu Filho, que deu a vida pôr nós”.(Conferência Regional do Ricks College, Idaho, 29/out/1995).

Amem o Evangelho

“Incentivo-os a ir adiante, a viver o evangelho e a amá-lo. Façam dele uma parte de sua vida. Sermos membros de Sua gloriosa Igreja e reino, que está crescendo e se espalhando por toda a Terra é algo grandioso e glorioso que recebemos por meio da providência do Todo-Poderoso. Vivam o evangelho. Leiam as escrituras. Não conseguirão um testemunho do Livro de Mórmon a menos que o leiam. Não conseguirão um testemunho de Doutrina e Convênios a menos que leiam esse livro. A fé provém de bebermos da fonte da verdade eterna”. (Conferência da Estaca Salt lake Sugar House, 5 de janeiro de 1997).

Amor no Lar

“Vocês que são pais, pai ou mãe, criem seus filhos em luz e verdade. Permitam-lhe crescer em um lar onde haja amor e paz. Orem com eles. Ensinem-nos a serem humildes. Realizem a noite familiar. Vivam o evangelho. Sejam homens e mulheres íntegros, fiéis, honestos e verdadeiros, e o Senhor os abençoará, e vocês verão seus filhos crescerem honrando-os, amando-os e respeitando-os. Tempo virá em que, com o coração agradecido, vocês se ajoelharão e agradecerão ao Senhor por essas maravilhosas bênçãos que ele lhes concedeu”. (Reunião, Cidade do Cabo, África do Sul, 20 de fevereiro de 1998).

Aprendizado

“Este grandioso volume de escrituras que contêm a plenitude da verdade [O Livro de Mórmon] abrande tudo que é verdadeiro e bom, e conhecemos apenas parte dele. Estamos aprendendo constantemente, e nosso conhecimento está aumentando, mas ainda temos muito o que aprender”.(Conferência regional de Salt Lake Holladay, reunião de liderança do sacerdócio, 7 de fevereiro de 1998)

Auxiliar os Conversos

“Muitos dos que se filiam à Igreja fazem um grande sacrifício ao serem batizados. Eles são preciosos. São pessoas iguais a nós, e seus filhos serão o mesmo tipo de pessoa que os nossos caso sejam nutridos e fortalecidos na Igreja. Nem tenho palavras para expressar a importância disso. É um assunto que me tem preocupado profundamente ao viajar pela Igreja em todo o mundo”. (Woods Cross, Utah, conferência regional, reunião de liderança do sacerdócio, 10 de janeiro de 1998).

Batismo pelos Mortos

“O Salvador deixou bem claro que o batismo pela água e pelo Espírito é essencial para todos e que sem ele ninguém pode entrar no reino de Deus. Não há exceções. E o que acontecerá com os que viveram na Terra ao longo das gerações sem receber essa ordenança? Como essa doutrina é gloriosa! Que revelação maravilhosa é a que nos ensina que temos a oportunidade de ir à casa do Senhor para sermos batizados pelas pessoas que não receberam essa ordenança de salvação em vida”. (Atlanta, Geórgia, conferência regional, 17 de maio de 1998).

Bênçãos do Templo

“Espero que estejam usando [o Templo] constantemente, porque vocês ganharão bênçãos que não podem receber em nenhum outro lugar da superfície de toda a Terra. O Templo ergue-se como um monumento para todos verem. Ergue-se como uma declaração de que nosso povo acredita na imortalidade da alma humana. Tudo o que ocorre dentro do templo tem caráter edificante e enobrecedor. Ele está relacionado à vida neste mundo a à vida além da morte. Ele tem a ver com a importância do indivíduo como filho de Deus. Lembra a importância da família como criação do Todo-Poderoso. Ele mostra o caráter eterno do casamento. Trata da continuidade em direção a uma glória maior. É um lugar de luz, um lugar de paz, um lugar de amor, onde lidamos com coisas relacionadas à eternidade. Se há aqui algum homem que não esteja digno de entrar na sagrada casa do Senhor, eu exorto a pôr a vida em ordem para que possa ir ao templo e compartilhar das maravilhosas e incomparáveis bênçãos que recebemos lá”. (Serão em Taipei, Taiwan, 23 de Maio de 1996).

Bênçãos Patriarcais

“Espero que estejamos incentivando as pessoas com maturidade suficiente para compreender a importância de uma bênção patriarcal a recebe-la. Considero minha bênção patriarcal uma das coisas mais sagradas da minha vida. A benção é especial, sagrada, particular e maravilhosa concedida a todo membro desta Igreja que for digno de recebe-la. Espero, irmãos, que os bispados, em especial, estejam aconselhando seu povo a respeito desse assunto. Espero também que os patriarcas estejam abençoando as pessoas com a inspiração e revelação do Senhor ao impor-lhes as mãos, em cumprimento de seu sagrado chamado de patriarca. Que coisa especial, particular, individual e maravilhosa é uma bênção patriarcal proferida, em nome do Senhor Jesus Cristo, pôr um homem com a autoridade do sacerdócio e o ofício e chamado de patriarca”.(Smithfield-Logan, Utah, conferência regional, reunião de liderança do sacerdócio, 20/abr/1996).

Bispos

“Toda pessoa tem um bispo. Posso dizer que esse é um sistema maravilhoso e não tenho palavras para prestar o devido tributo aos grandiosos bispos desta Igreja, que servem sem qualquer remuneração, exceto a compreensão decorrente do amor das pessoas e da aprovação do Senhor a quem servem. Muitíssimo obrigado a vocês. Que sejam abençoados com inspiração, fé, saúde, força, vitalidade, energia e sabedoria bem maiores do que as que possuem, para que façam o que o Senhor espera de vocês”. (Conferência Regional, Smithfield-Logan, Utah, 21 de Abril de 1996).

Cargos na Igreja

“A Igreja irá pedir-lhes que façam muitas coisas. Pedirá que sirvam em vários cargos. Não temos um ministério profissional. Vocês são os ministros desta Igreja, e seja qual for o cargo a que forem chamados a servir, pedimos que o aceitem. Se assim o fizerem, sua fé se fortalecerá e aumentará. A fé é como o músculo de meu braço. Se eu usá-lo e nutri-lo, ele ficará forte e realizará muitas coisas. Mas se eu colocar o braço em uma tipóia e não usa-lo para nada, ele ficará fraco e inútil. O mesmo acontecerá com vocês. Se aceitarem todas as oportunidades, se aceitarem todos os chamados, o Senhor irá dar-lhes a capacidade de realiza-los. A Igreja não lhes pedirá nada que, com a ajuda do Senhor, não sejam capazes de fazer. Que Deus os abençoe para que façam tudo o que forem chamados a realizar”. (Reunião, Praia, Cabo Verde, 22 de Fevereiro de 1998).

Casem-se Com Membros da Igreja

“Rapazes, apaixonem-se por uma moça que seja membro da Igreja. E vocês, moças, apaixonem-se pôr um rapaz santo dos últimos dias. Serão mais felizes se assim o fizerem, porque compreenderão um ao outro e apreciarão os valores morais um do outro. Serão gratos todos os dias de sua vida se assim o fizerem”.(Serão, Cebu City, Filipinas, 31/mai/1996).

Castidade e Fidelidade

“Por mais desafiador que isso seja, existe um meio de colocar em prática os princípios morais tradicionais nos dias de hoje. Por alguma razão desconhecida, ouvimos constantemente a racionalização de que, em certa época, há muito tempo, a virtude era algo fácil, mas hoje é muito difícil. Gostaria de relembrar aos que sentem isso que nunca houve época, desde a Criação, em que as mesmas forças não estivessem trabalhando da mesma forma que hoje. A proposta feita pela mulher de Potifar a José do Egito não é diferente da que muitos homens, mulheres e homens são obrigados a enfrentar nos dias atuais. Hoje em dia, as influências podem ser mais evidentes e sedutoras, mas não têm mais força do que antigamente. É impossível isolar-nos completamente dessas influências. Elas estão em toda parte a nosso redor. Nossa cultura está saturada dessas coisas. Mas o mesmo tipo de autodisciplina exercida por José terá os mesmos resultados benéficos em nossos dias. Não obstante a assim chamada ‘nova moralidade’, não obstante as muito comentadas mudanças dos padrões morais, não existe substituto adequado para a virtude. Os padrões de Deus podem ser questionados em toda parte do mundo, mas Deus não revogou os Seus mandamentos. A violação de Seus mandamentos relacionados a esse assunto, como em qualquer época, apenas resultará em remorso, sofrimento, perda de auto-respeito e, em muitos casos, tragédia. (Ensign, agosto de 1988, p.4)
A pornografia é a literatura do diabo. Fujam dela. Permaneçam longe dela. Ergam a vista e a mente para as coisas mais altas e nobres da vida (…) Lembrem-se de que ‘iniqüidade nunca foi felicidade’. (Alma 41:10). O pecado nunca trouxe felicidade. A transgressão nunca trouxe felicidade. A desobediência nunca trouxe felicidade”. (Speeches, 1996, p. 53)

Como Tratar os Familiares

“Meus irmãos, tratem sua mulher com bondade. Ela é sua companheira. Ela é igual a vocês perante o Senhor. Vocês não podem chegar ao mais alto grau do reino celestial, o reino de nosso Pai, sem ela. Nem ela sem vocês. Vocês devem andar lado a lado como companheiros, honrando, amando e respeitando-se mutuamente. Tratem seus filhos como filhos e filhas de Deus. Sejam bondosos. Amem seus filhos. Respeitem-nos. Aconselhem-nos. Ensinem-nos. Orem por eles. Guiem-nos, e Deus irá abençoar tanto a eles quanto a vocês”. (conferência regional, Hamilton, Nova Zelândia, 11 de maio de 1997).

Companheiros de Missão

“Lembro-me de uma ocasião em que entrevistei alguns missionários da Ásia e perguntei a um deles: ‘O que você vê na vida de seu companheiro que gostaria de colocar em sua própria vida?’ Ele começou a pensar, depois disse algumas coisas: ‘Ele trabalha arduamente. Levanta cedo e sai para trabalhar. Faz tudo que é esperado dele’. Eu disse: ‘Você adota em sua vida as virtudes de seu companheiro’. Todo missionário tem um companheiro. Pela boca de duas ou mais testemunhas todas as coisas serão confirmadas. (Ver II Coríntios 13:1). Vocês são testemunhas que trabalham juntas nesse grandioso trabalho de prestar testemunho do evangelho restaurado de Jesus Cristo”. (Devocional, Centro de Treinamento Missionário de provo – Utah – 26 de junho de 1998).

Confiança na Juventude

“Vocês são maravilhosos. Creio que são a melhor geração que já tivemos nesta Igreja. Nunca tivemos uma que fosse tão boa quanto vocês. Tenho grande confiança em vocês. Acho que são capazes de realizar tudo que desejarem. Creio nisso de todo coração. Conseguirão alcançar tudo que almejarem. Há um mundo grande e difícil diante de vocês. Ele está cheio de todo tipo de armadilhas, para tentar derrubá-los. Ma se mantiverem os olhos fitos no evangelho, não serão derrubados e conseguirão superar quaisquer dificuldades ou problemas, com um sorriso no rosto de modo maravilhoso”.(Reunião de jovens, Washington, D.C. 1/dez/1996).

Conselho aos Missionários

“Vocês estão pregando o evangelho das boas novas. As coisas que ensinam são boas. Elas visam fazer com que as pessoas sejam felizes e tenham uma vida melhor. Vocês devem ter um sorriso no rosto e levar adiante o trabalho que o Senhor lhes designou, e Ele irá abençoá-los. E o vigor missionário que tiverem se tornará um grande marco em sua vida, um grande período de sua vida do qual se recordarão com muito apreço e gratidão. Vocês ficarão na missão pôr um período muito curto; tirem o máximo proveito desse tempo”.(Reunião, Acra, Ghana, 16/fev/1998).

Crer Em Si Mesmo

“Creiam em vocês mesmos. Creiam em si mesmos como filhos de Deus. Creiam em sua capacidade de fazer o bem no mundo, de espalhar luz, verdade e compreensão, de estender a mão para os necessitados e aflitos e poder abençoá-los”. (Reunião, Baltimore, Maryland, 15 de novembro de 1998).

Criar os Filhos em Retidão

“Pais e mães, nada há de mais precioso neste mundo do que os filhos que vocês geraram. Cuidem deles. Instruam-nos. Amem-nos. Criem-nos na doutrina e admoestação do Senhor. Aqueles que deixarem de faze-lo terão que prestar contas perante Deus pôr isso”.(Serão, San Salvador, El Salvador, 23/jan/1997).

Crie Seus filhos em Retidão

“Ao contemplá-los, penso em vocês como marido e mulher, pais e mães, agora ou no futuro. Penso na tremenda oportunidade que têm de trazer à Terra uma geração que poderia tornar-se aquela que mudaria um mundo que se encontra na escuridão e na lama, conforme se vê em todo o planeta. Esta é a oportunidade de guiar seus filhos em retidão e em verdade, com fidelidade, amor, fé e lealdade. Deus os abençoe nessa grande e sagrada mordomia da qual estão investidos”. (Conferência regional de estudantes casados da BYU, Provo, Utah, 11 de fevereiro de 1996)

Dêem Responsabilidades aos Conversos

“Todo converso que entra para a Igreja deve imediatamente receber uma responsabilidade. Mesmo que seja muito pequena, ela fará uma grande diferença em sua vida (...) Não entendo porque os conversos não recebem mais responsabilidades imediatamente após entrarem para a Igreja. A tendência é dizer: ‘eles não conhecem o suficiente’. Ora, dêem-lhes uma chance. Pensem nas oportunidades que o Senhor deu a vocês. Dêem-lhes algo para fazer, mesmo que seja pequeno, algo que seja específico e que os faça crescer. O testemunho é como o nosso braço: se o usarmos, ele fica mais forte. Se o pusermos numa tipóia, ele atrofia, enfraquece e se torna inútil. Não conseguirão fazer com que as pessoas se desenvolvam nesta Igreja a menos que lhes dêem responsabilidades”.(Conferência regional, Provo, Utah, 10/fev/1996).

Defender o que É Certo

“Tomem partido da retidão. Não é suficiente ser morno e passar indolentemente pôr este mundo que está descendo, descendo, descendo, como num tobogã. Assumam uma posição. Aliem-se a outros para defender o que é certo, verdadeiro, moral e bom. Olhando para esta congregação, vejo que há um número suficiente de pessoas aqui para inverter em qualquer causa, se nos unirmos todos, falando com uma só voz em defesa daquilo que o Deus do céu declarou ser verdadeiro e correto”.(Conferência regional, Havaí, 18/fev/1996).

Deveres dos Pais

“Nunca esqueçam que estes pequeninos são filhos e filhas de Deus e que vocês tem a responsabilidade de cuidar deles; que Ele foi pai antes de vocês e não abdicou de seus direitos e interesses paternos em relação a seus amados pequeninos. Amem-nos, cuidem deles. Pais controlem seus nervos, hoje e nos anos futuros. Mães controlem sua voz; falem baixo. Criem seus filhos com amor, na doutrina e na admoestação do Senhor. Cuidem de seus pequeninos. Recebam-nos de braços abertos em seu lar, instruam-nos e amem-nos de todo o coração. Eles podem vir a fazer, nos anos vindouros, algumas coisas contrárias ao que vocês esperam deles, mas sejam pacientes. Não terão falhado, desde que se tenham esforçado. Nunca se esqueçam disso”.(Conferência da estaca University III, Salt Lake, 3/nov/1996).

Dízimo

“Pagar o Dízimo é mais uma questão de fé do que uma questão monetária. Tomamos a palavra do Senhor de modo literal e este é meu testemunho: Ele cumpre Sua palavra. Foi Ele quem fez a promessa. Não é uma promessa minha. É Dele a promessa de que abrirá as janelas do céu e derramará bênçãos sobre vocês até que não haja lugar suficiente para as recolheres”. (Serão, Bogotá, Colômbia, 8 de novembro de 1996).

“Quando eu era menino, todo mês de dezembro íamos à casa do Bispo: Meu pai, minha mãe e todos os filhos. O bispo não tinha uma sala na capela. Tínhamos que ir até a casa dele. O bispo, então, chamava-nos individualmente e perguntava quanto tínhamos pago como dízimo e quanto desejávamos pagar. Para as crianças era uma quantia muito pequena. Creio que o custo para se manter um registro daquela contribuição excedia o próprio valor dela, mas isto tinha seu propósito. Quando éramos crianças bem pequenas, nosso nome foi incluído nos registros de dízimo da Igreja, e nunca nos foi difícil pagar o dízimo desde aquela época”.(Serão, Quito, Equador, 12/ago/1997).

“Quanto ao pagamento do dízimo, trata-se de uma lei do Senhor. Ele nos deu os mandamentos. Ele fez a promessa. Ele tem poder para cumpri-la. É meu testemunho que Ele a cumpre. É preciso fé quando sentimos que não temos o suficiente, mas Ele prometeu que as janelas do céu se abririam e derramariam sobre nós uma bênção. Tenhamos fé Nele. Deixemos que Ele nos prove. Confiemos em Sua palavra. Cumpramos Seus mandamentos. Andemos em retidão perante o Senhor, como homens e mulheres íntegros, honestos, trabalhadores e fervorosos”. (Reunião, Manágua, Nicarágua, 19 de novembro de 1998).

“O Senhor espera muito de vocês no sentido de que assumam sua parte do fardo de levar adiante o trabalho do Senhor, pagando o dízimo e as ofertas. Temos dinheiro suficiente para fazer esta Igreja funcionar graças à fidelidade das pessoas. Essa fidelidade é uma coisa maravilhosa. Não temos muitas pessoas ricas na Igreja. O dinheiro que faz a Igreja funcionar provém daquilo que foi consagrada por pessoas maravilhosas e fiéis como vocês. O dízimo não é tanto uma questão de dinheiro, mas, sim, de fé. O Senhor não pode abençoar aqueles que não são obedientes”. (Reunião, Columbus, Ohio, 25 de abril de 1998).

Drogas Ilegais

“Vocês não devem jamais experimentar drogas ilegais. Não podemo-nos permitir usar essas coisas. Nosso corpo é o templo de nosso espírito. Ele é sagrado. É uma criação do Todo-Poderoso. O homem foi criado à imagem de Deus. Como Seus filhos e filhas temos a obrigação de cuidar de nosso corpo. Vamos trabalhar com nossos filhos e ensinar nosso povo a não se escravizar às drogas, que dominam a pessoa até ela não ter mais controle sobre si mesma, nem sobre seu destino. É errado usar drogas; elas são maléficas”.(Confer6encia regional, Charlotte, Carolina do Norte, 24/fev/1996).

Edificar o Reino

“Trabalhemos juntos, todos nós, para edificar o reino, para falar com nossos vizinhos, ajudar os missionários e viver de modo a fazer com que outras pessoas perguntem a nosso respeito. Quando vocês trazem alguém para esta igreja, quando o ajudam e o nutrem, quando o incentivam e o acompanham, estão trazendo não apenas uma pessoa, mas muitas gerações. Os homens e as mulheres fiéis têm filhos fiéis, e esses filhos crescem para tornar-se pais e mães, e assim o processo maravilhoso continua”. (Serão, Quito, Equador, 12 de agosto de 1997).

Educação

“O Senhor deu-nos o mandamento de estudar e aprender, de adquirir conhecimento pelo estudo e pela fé, de adquirir conhecimentos seculares assim como das coisas de Deus. (ver D&C 88:118). Não façam nada que possa vir a privá-los da oportunidade de instruírem-se. É uma parte muito importante de sua religião. A educação é a chave que abre as portas da oportunidade. Se conseguirem essa chave, o mundo os abençoará e recompensará de acordo com o que considerar o seu valor”. (Reunião, Ottawa, Ontário, Canadá, 5 de agosto de 1998).

“Damos grande ênfase à educação. Algo muito interessante ocorre na Igreja. Um estudo recente mostrou que quanto mais instruídas são as pessoas, mais ativas elas são na Igreja. Isso é algo muito significativo. Muitas pessoas acham que a religião é algo para pessoas pouco instruídas ou sem estabilidade na vida, mas esse estudo demonstra que quanto mais alto é seu nível de escolaridade, mais ativas as pessoas são na Igreja, em termos gerais. Para mim, isso tem enorme importância e demonstra algo muito significativo”.(Entrevista concedida a Lawrence Spicer, 28/ago/1995).

“É muito importante que todo rapaz e toda moça estudem o máximo que puderem. O Senhor disse de modo bem claro que Seu povo devia adquirir conhecimento de países e reinos e das coisas do mundo pelos estudos, sim, pelo estudo e também pela fé. A educação é a chave que irá abrir as portas da oportunidade para vocês. Ela vale todo o sacrifício que fizerem. Vale a pena esforçarem-se para adquiri-la. Se educarem sua mente e as mãos, vocês serão capazes de fazer uma grande contribuição para a sociedade de que fazem parte e poderão ser um bom exemplo e honrar a Igreja a que pertencem. Meus queridos jovens irmãos e irmãs, aproveitem todas as oportunidades educacionais a que tiverem acesso. E vocês, pais e mães, incentivem seus filhos e filhas a adquirirem uma educação que irá abençoar-lhes a vida”.(Reunião, México, 9/mar/1998).


Educação da Juventude

“A educação é a chave que abre as portas das oportunidades. Espero, meus jovens amigos, que vocês não parem de estudar por alguma razão leviana. A educação é muito, muito importante para vocês e é importante para a Igreja, porque vocês contribuirão para a sociedade de acordo com sua capacidade e aptidão. A Igreja será mais honrada e respeitada por causa da conduta de vocês quando educam a mente e as mãos e se qualificam para fazer o trabalho do mundo”. (Reunião com Jovens, Kansas City, Missouri, 14 de julho de 1996).

Ensinar a Respeito de Joseph Smith

“Ensinem seus filhos a respeito do Profeta Joseph Smith. Cantamos aquele grandioso hino ‘Graças damos, Ó Deus por um Profeta’ (Hinos, nº9). Sempre que ouço esse hino, não penso em mim mesmo. Penso no Profeta Joseph Smith, o menino que foi ao bosque e orou pedindo luz e conhecimento, a quem Deus, o Pai, e o filho ressuscitado apareceram e falaram. Esse grande e notável homem foi o instrumento de Deus para trazer à luz o maravilhoso Livro de mórmon e as revelações contidas em Doutrina e convênios. Joseph Smith estabeleceu os alicerces desta Igreja. Se o que ele disse era verdade, então tudo é verdade, e quero prestar meu testemunho de que o que ele disse é verdade, e incentivo-os a ensinar seus filhos a respeito do Profeta Joseph. Leiam para eles a história do Profeta. Quando eu era menino, minha mãe tinha um livro chamado From Plowboy to Prophet (De Menino Lavrador a Profeta). Era a história de Joseph Smith, e ela lia essa história para nós. Hoje já estamos bastante idosos, mas essa história não nos saiu da lembrança. Ensinem seus filhos a respeito do Profeta Joseph Smith”. (Conferência regional, Assunção, Paraguai, 10 de Agosto de 1997).

Esta Obra Irá Avante

“Esta obra é resultado de revelação de Deus, o Pai Eterno, e do Senhor Ressurreto. Desde sua organização ela só tem prosperado e crescido, não tendo jamais dado um passo para trás. Ela vem abençoando a vida de pessoas de toda a Terra e continuará a faze-lo, em número cada vez maior. Tenho tanta certeza disso quanto tenho certeza de que o sol nascerá em Laie amanhã de manhã”. (Conferência Regional de Oahu, Havaí, 18 de fevereiro de 1996).

Estendam as Mãos Àqueles Que Tenham Sido Disciplinados

“Às vezes, temos que disciplinar pessoas. Espero que essas pessoas não sejam esquecidas. Espero que não sejam negligenciadas e que não sejam mantidas longe da Igreja a ponto de sentirem que não há possibilidade de retorno. Este é um trabalho de redenção. Esta é uma obra de salvação. Devemos estender as mãos para erguer as pessoas e ajudá-las a encontrar seu caminho em meio aos desafios da vida. Rogo aos irmãos que, se houver pessoas assim em sua estaca, em sua ala, irmãos que estejam magoados com alguma coisa, que vocês os sustenham enquanto ainda há tempo. Não demorem. Não os deixem sentir-se abandonados e esquecidos, nem expulsos ou postos de lado. Isso é muito importante (…). Rogo-lhes que procurem aqueles que necessitam de ajuda”. (Smithfield-Logan, Utah, Conferência regional, reunião de liderança do sacerdócio, 20 de abril de 1996).

Espírito Santo

“Como podemos reconhecer os sussurros do Espírito? O que é de Cristo edifica e se tivermos esse sentimento de edificação, então saberemos que o Espírito Santo está falando a nós. Se estivermos dispostos a buscar ansiosamente a orientação do Espírito, nós a receberemos. Não tenho a menor dúvida com relação a isso”. (Reunião, Ottawa, Ontário, Canadá, 8 de agosto de 1998).

Família

“Espero que vocês, pais, se ajoelhem com os filhos todos os dias para orar. Espero que vocês, mães, leiam para seus filhos, que leiam as escrituras. Eles vão entender muito do que ouvirem, mas quando vocês lerem para eles a palavra de Deus, terão um sentimento no coração que lhes abençoará a vida para sempre. Espero que realizem a noite familiar, que reúnam seus filhos à sua volta e que cantem, orem e conversem juntos e fortaleçam a fé uns dos outros”. (Reunião, Prince George Colúmbia Britânica, Canadá, 1º de agosto de 1998).

Façam Algo de Bom

“Vocês são bons, mas isso não é o suficiente. Vocês têm de ser bons em alguma coisa. Precisam contribuir com algo de bom para o mundo. O mundo tem que se tornar melhor pôr causa de vocês. E tudo de bom que existe dentro de vocês precisa ser compartilhado com os outros. (...). Neste mundo tão cheio de problemas, tão constantemente ameaçado pelas trevas e pelas forças do mal, vocês podem e precisam erguer-se acima da mediocridade e da indiferença. Vocês podem participar e defender veementemente a justiça.”(Devocional, BYU, 17/set/1996).

Fazer o Trabalho do Senhor e Conhecê-lo

“Se fizermos o trabalho do Senhor, nós O conheceremos. Devemos conhecer a Deus, nosso Pai Eterno. Como sou grato por saber no coração, por meio do dom do Espírito Santo, que Deus é nosso Pai Eterno e por ter a certeza de que vocês possuem na alma esse mesmo conhecimento”. (Reunião, Burlingtonm Vermont, 14 de outubro de 1998).

Fé no Futuro

“Sinto-me imensamente otimista a respeito do futuro. Como bem sabemos, estamos em um mundo repleto de todo tipo de problemas. Vemos isso em toda parte: gangues, famílias se desfazendo, crianças matando crianças, mães solteiras, filhos ilegítimos, drogas, todas essas coisas. Mas a despeito de tudo isso, ainda creio que reste algo de bom nas pessoas. Creio haver milhões de pessoas fervorosas, fiéis e fortes que estão fazendo o melhor que podem para criar sua família em verdade e retidão, para viver como cidadãos honestos e íntegros e para fazer sua contribuição na vida”.(Entrevista para o Houston Chronicle, 15 de setembro de 1998).

Filhos

“Os filhos devem respeitar os pais. Os filhos receberam do Senhor o seguinte mandamento: ‘Honra a teu pai e a tua mãe para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá’. Os filhos precisam vencer seu próprio egoísmo e receber dos pais amor, compreensão, educação e sabedoria”.(Church News, 7/jun/1995).

Filhos e Filhas de Deus

“Creiam em Deus, nosso Pai Eterno, o Pai de todos nós. Ele é nosso Pai. Somos Seus filhos. Por conseguinte, somos todos irmãos e irmãs e devemos tratar-nos como tal. Não importa a cor de nossa pele ou o país em que tenhamos nascido. Somos todos progênie de Deus, que nos legou parte de uma herança divina, algo de eterno que nos torna irmãos e irmãs, espalhados por todo o mundo. Para mim, é um milagre maravilhoso poder ajoelhar-me e erguer a voz para o Deus do céu com a certeza no coração que Ele, o grande Governante do universo, irá ouvir, escutar e responder”.(Reunião, Chicago, Illinois, 18 de outubro de 1998).

Fortaleçam-se Mutuamente Como Jovens

“Obrigado por sua força. Obrigado por suas boas qualidades. Obrigado por sua coragem. Obrigado por estarem procurando ajudar-se mutuamente, por freqüentarem o instituto, por fazerem o seminário, por compartilharem das bênçãos que ali podem receber, somente com respeito ao ensino do evangelho, mas também no convívio uns com os outros. Quero dizer a vocês que procurem fazer amigos entre os membros da Igreja. Reúnam-se e fortaleçam uns aos outros. Desse modo, quando a tentação vier, terão alguém com quem contar para abençoá-los e dar-lhes a força de que necessitam. É para isso que existe a Igreja: Para que ajudemo-nos uns aos outros em nossos momentos de fraqueza a permanecermos firmes, fiéis e bons”. (Conferência Regional, Eugene, Oregon, 15 de setembro de 1996).

Guardar o Dia do Senhor

“Não há necessidade de as pessoas irem as lojas e violarem o dia do Senhor comprando coisas no domingo. Esse não é o dia de ir ao mercado. (...) Não perderão nada se fizerem suas compras nos outros dias e não no domingo. Que esse seja um dia para meditar, ler as escrituras, conversar com a família e cuidar das coisas de Deus. Se assim o fizerem, serão abençoados”.(Conferência regional, 2/mar/1997).

Há Segurança na Igreja

“A maior segurança que encontramos na vida, meus jovens amigos, está em sua condição de membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Apeguem-se à Igreja e vivam seus princípios e não hesito em prometer-lhes que terão uma vida feliz, que suas realizações serão significativas e que encontrarão razões para ajoelhar-se e agradecer ao Senhor por tudo o que ele faz, dando-lhes as maravilhosas oportunidades que têm”. (Serão para a Juventude, Vista, Califórnia, 23 de março de 1996).

Homens Justos

“Vocês, homens, possuem o sacerdócio de Deus, o poder de falar em nome Dele, a autoridade de servir no governo da Igreja, a capacidade, o direito, o privilégio, a bênção de impor as mãos sobre a cabeça de outra pessoa e conceder uma bênção em nome do Senhor. É preciso que mantenham sua vida limpa. Não pode haver lugar para a pornografia em sua vida nem qualquer coisa do gênero. Precisamos ser homens de Deus, homens que caminham pela fé, homens justos, homens verdadeiros, bons maridos e pais bondosos”. (Reunião, Sudbury, Ontário, Canadá, 5 de agosto de 1998).

Honramos Jesus Cristo

“Honramos o Filho Amado de nosso Pai Celestial. Foi Jesus, Seu Primogênito, que deixou a glória da presença de Seu Pai e condescendeu em vir a Terra como o Messias prometido. Ele fez por nós o que não poderíamos ter feito por nós mesmos. Trouxe significado à nossa existência mortal deu-nos a dádiva da vida eterna. Ele foi e é o Filho de Deus”. (reunião devocional de Natal da Primeira Presidência, 6 de dezembro de 1998).

Indelicadeza

“Creio que podemos ler as escrituras de trás para diante e até sabe-las de cor, mas se houver indelicadeza em nosso coração, se houver maus-tratos em nossa família, tudo mais será em vão”.(Conferência regional, reunião de treinamento da liderança do sacerdócio, Houston, Texas, 19 de setembro de 1998).

Inspiração

“Mantenham a mente aberta à inspiração do Senhor. Ouçam os sussurros do Espírito. Lembro-me de quando o irmão Harold B. Lee me designou como presidente da estaca. Ele disse: “Ouça os sussurros do Espírito no silêncio da noite”. Hoje eu creio nisso. Vi pôr experiência própria e posso testificar que o Senhor nos fala com uma voz calma e tranqüila. Não ouvi nenhuma palavra, mas no meio da noite, surgiram idéias em minha mente que, em minha opinião, foram de natureza profética.”(Devocional, CTM, Provo, 26/jun/1998).

Joseph Smith

“Eu não sabia muito a respeito de Joseph Smith quando tinha 12 anos de idade, mas tive um sentimento no coração. A partir dessa época, comecei a conhecer Joseph Smith. Li suas experiências de vida. Li seu testemunho. Li o Livro de Mórmon. Vi a organização desta maravilhosa Igreja. Testemunhei o poder do sacerdócio. E agora acho que conheço Joseph Smith. ‘É grande a glória do seu nome eterno. Todas as chaves do reino terá’. Ele é o profeta de Deus na restauração do evangelho nesta que é a dispensação da plenitude dos tempos. Se conseguirmos um testemunho profundo disso, então saberemos que esta é verdadeiramente a obra de Deus.”(Serão, Peru, 9/nov/1996).

Jovens, Sejam Bons Para Com Seus Pais

“Vocês são muito preciosos, meus jovens. Realmente são! São muito, muito preciosos. São preciosos para seus pais. Talvez não achem isso ao ficarem um pouco descuidados em seu modo de pensar em seu pai e sua mãe, tidas as esperanças e sonhos deles são voltados a vocês. Eles oram por vocês. Pensam em vocês. Eles os amam. Sejam bons para com seus pais. Tenham amor, respeito e bondade para com eles. Não lhes fará mal algum dizer a eles, de vem em quando, que vocês os amam”. (Reunião, Winnipeg, Manitoba, Canadá, 4 de agosto de 1998).

Jovens, Sejam Fiéis.

“Vocês, rapazes que possuem o Sacerdócio Aarônico; vocês, moças que fazem parte do grande exército de moças da Igreja; vocês que são alunos do seminário e do instituto, mantenham-se fiéis. Não deixem que nada os impeça de serem membros fiéis da Igreja. Sejam um exemplo de virtude e sejam verdadeiros! Ajoelhem-se e orem todas as noites e todas as manhãs. Peçam ao Pai Celestial que os guarde e que os guie, que os conduza e os abençoe. Não se envolvam com a imoralidade. Ela pode ser tentadora, mas irá destruí-los. Ela literalmente irá destruí-los. Não preciso dizer-lhes que isso é errado. Todos vocês sabem o que é errado. Todos sabem o que é certo. Escolham o certo!”(Reunião, México, 9/nov/1997).

Juventude Fiel

“Moças e rapazes, você são a grande esperança do futuro. Jovens, sejam fiéis ao evangelho de Jesus Cristo. Temos um hino que diz: “deve Sião fugir à luta?(...) Não! Sempre fiéis nossa fé guardaremos, sempre valentes com ardor lutaremos. A nossa mão e o coração, a teu serviço Senhor estão”. Além disso, peço veementemente que tenham uma vida pura e limpa. O caminho da pureza é o caminho da felicidade. Pecado nunca foi felicidade. Transgressão nuca foi felicidade. Sejam fortes como a juventude de Sião. Defendam suas crenças diante daqueles que querem persuadi-los a baixar seus padrões. Sejam nobres, sinceros, virtuosos e Deus os abençoará. E quando atingirem a idade de se casarem, procurem unir-se a um membro da Igreja. Vocês serão mais felizes se casarem com um membro da Igreja porque você e sua companheira ou companheiro terão as mesmas crenças, a mesma fé enraizada no evangelho restaurado de Jesus Cristo.”(Serão, Países Baixos, 13/jun/1996).

Lealdade Para Com A Igreja

“Sejam leais à Igreja. Apóiem-na destemidamente. Defendam-na. Não falem mal dela. É a obra de Deus. Todos que a ridicularizam ou a difamam ofendem Aquele a quem ela pertence. Ela leva o sagrado nome do Senhor Jesus Cristo. Ela é como uma mãe maravilhosa para todos vocês, em cujos braços encontrarão abrigo, calor, conforto e segurança.

Quem segue ao Senhor?
Hoje iremos ver;
Clamemos sem temor
Quem segue ao Senhor?
(“Quem segue ao Senhor?” Hinos, número 150)

Vocês não podem ficar indiferentes a esta grande causa. Vocês aceitaram-na. Fizeram convênios sagrados. Independentemente do que venham a fazer no futuro com o conhecimento que adquirirem em seus estudos seculares, não poderão fugir das obrigações que implicitamente assumiram quando foram batizados e dos convênios que renovaram a cada vez que tomaram o sacramento da Ceia do Senhor.”(Devocional da Universidade Brigham Young, Provo, Utah, 17 de setembro de 1996.)

Lealdade ao Próximo e à Igreja

“Meus irmãos e irmãs, precisamos ser leais. Não podemos ficar de lado criticando e apontando defeitos uns nos outros. Cada um tem que ajudar o outro a carregar seu fardo. Precisamos consolar-nos mutuamente e regozijar-nos com a vitória uns dos outros. É preciso que sejamos leais à Igreja e a defendamos de todos os seus inimigos”.(Serão do Sistema Educacional da Igreja, Universidade Brigham Young, Provo, Utah, 2 de fevereiro de 1997. )

Ler Para Seus Filhos

“Leiam para seus filhos. Leiam a história do Filho de Deus. Leiam o Novo Testamento para eles. Leiam o Livro de Mórmon para eles. Isso exige tempo, e vocês estão muito atarefados, mas será uma grande bênção em sua vida, bem como na deles. E no coração deles crescerá um grande amor pelo Salvador do mundo, o único homem perfeito que já viveu nesta Terra. Ele e Seu sacrifício expiatório se tornarão muito reais para eles; e a medida que se tornarem adultos, isso terá um novo e mais glorioso significado na vida deles”. (Conferência regional, Montevidéu, Uruguai, 10 de agosto de 1997).

Maltratar a Esposa

“Tratem bem sua esposa. Uma das maiores tragédias deste mundo, que existiu em todas as gerações e em todas as nações, tem sido o modo cruel com que certos maridos tratam a esposa. Nenhum será digno do sacerdócio se maltratar sua esposa, a mãe de seus filhos. Tratem-na com amor, respeito e reconhecimento. Vocês não poderão entrar no mais alto grau de glória do reino do céu a menos que estejam de mãos dadas com sua companheira. O Senhor deixou isso bem claro”.(Serão realizado em Copenhague, Dinamarca, 14 de junho de 1996.).

Maridos e Mulheres São Iguais

“[Irmãos,] sua mulher é indispensável a seu progresso eterno. Espero que nunca se esqueçam disso. Existem alguns homens nesta Igreja – felizmente não são muitos, embora haja alguns – que se acham superiores à esposa. Eles precisam compreender que não alcançarão o mais elevado grau de glória no reino celestial sem que sua mulher esteja a seu lado em igualdade. Irmãos, elas são filhas de Deus. Trate-as como tais”. (Veracruz, México, conferência regional, reunião de liderança do sacerdócio, 27 de janeiro de 1996).

Material e Espiritual

“As pessoas que criticam a Igreja dizem que ela se transformou em uma grande instituição empresarial. Quero enfaticamente afirmar que o aspecto material jamais sobrepujou o espiritual. Na verdade, os dois andam de mãos dadas. O lado material provê os meios para que o espiritual seja alcançado. Na verdade, são uma coisa só. O próprio Senhor afirmou: ‘Portanto em verdade vos digo que todas as coisas são espirituais para mim e em tempo algum vos dei uma lei que fosse terrena; (…) porque meus mandamentos são espirituais; eles não são naturais nem físicos nem carnais nem sensuais (D&C 29:34-35). Desde o início deste trabalho, a parte material foi desenvolvida para levar adiante o espiritual”. (Discurso proferido ao receber o título de Executivo Internacional do Ano pela Faculdade de Administração de Empresas Marriott da Universidade Brigham Young, 6 de novembro de 1998).

Misericórdia

“O Salvador disse: ‘Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia’. (Mateus 5:7) Existe tanto ódio no mundo. Existe tanta amargura no mundo. Existe tanto egoísmo no mundo. Existe tanta arrogância no mundo. Que coisa maravilhosa é termos misericórdia na vida: a qualidade de estender a mão para outras pessoas e fortalecer os joelhos enfraquecidos que não conseguem suster-se sozinhos, manifestando misericórdia, amor e bondade. Essa é a própria essência do evangelho do Senhor. ‘Tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós’. (Mateus 7:12) Oh, como precisamos que a misericórdia seja colocada em prática em nossa vida”.(Conferência regional, Montevidéu, Uruguai, 10 de agosto de 1997).

Missionários

“Paulo escreveu a Timóteo: ‘Tem cuidado de ti mesmo e [das doutrinas]. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto te salvarás, tanto a ti como aos que te ouvem’. (I Timóteo 4:16) É isso que acontece quando você tem cuidado consigo mesmo e com as doutrinas: quando fazem as coisas certas, quando acreditam nas coisas certas, quando dizem as coisas certas no tocante ao trabalho do Senhor, vocês podem salvar tanto a si mesmos como as pessoas que os ouvem. E, além disso, há outro grupo que vocês salvam: sua família. Não tenho dúvidas de que todo missionário que sai com um bom coração e grandeza de espírito salva a si próprio, a quem ensina e ainda auxilia a família que o espera em casa. Tenham cuidado consigo mesmos e com as doutrinas”. (Reunião com os missionários, Hamilton, Ontário, Canadá, 8 de agosto de 1998).

Mulheres

“Mulheres, o que o [Senhor] espera de vocês? Espera que vivam como santos dos últimos dias e sejam virtuosas, fiéis e bondosas. Das que são mães, espera que criem os filhos em retidão e verdade; das esposas, que sejam gentis, afáveis e bondosas, pois se não houver felicidade no lar, não poderá haver paz no coração”. (Reunião, Vancouver, Colúmbia Britânica, Canadá, 1º de agosto de 1998).

Natureza Divina

“Que grande diferença faria se todos soubéssemos que temos um pouco da divindade dentro de nós, que temos uma nobre herança, que de modo muito literal somos filhos e filhas de Deus, e por sermos filhos e filhas do mesmo Pai, somos todos irmãos e irmãs e devemos tratar-nos uns aos outros como tal”. (Reunião Burlington, Vermont, 14 de outubro de 1998).

Noite Familiar

“Realizem suas noites familiares. A noite familiar foi iniciada por um profeta do Senhor, o Presidente Joseph F. Smith, há muito tempo, em 1915. Lembro-me de quando esse programa começou. Eu era um menino de cinco anos quando meu pai disse: ‘O Presidente Smith pediu-nos que realizássemos noites familiares’. E assim o fizemos. No começo não foi fácil. Éramos mais propensos a ficar rindo e brincando do que a manter-nos bem comportados. Mas nós o fizemos. Vejo os frutos disso em minha própria família e na de meus netos e bisnetos. O princípio da união familiar traz consigo a confirmação de sua veracidade”. (Conferência regional, Ciudad, Juarez, México, 15 de março de 1998).

Nossa Responsabilidade Como Filhos de Deus

“Irmãos e irmãs, é imensa a nossa responsabilidade e grandiosa e maravilhosa a oportunidade que temos como filhos e filhas de Deus. Todos somos filhos de Deus. Sabemos disso. Não esqueçamos que somos filhos de Deus, seja qual for o momento, circunstância, condição ou ambiente em que nos encontremos, e que nunca haja hora, época ou situação em que deixemos de lado os nossos padrões”. (Conferencia regional, Smithfield-Logan, Utah, 21 de abril de 1996).

Nossa Responsabilidade Para Com Deus

“Agradeço ao Senhor pelo alicerce que temos no evangelho de Jesus Cristo. É Dele que tiramos nossa força; é o ponto de origem de nossa fé; a fonte de nossa compreensão das coisas divinas. É Ele que nos dá propósito à vida. (...).Somos filhos e filhas de Deus, nosso Pai Eterno. Alguma vez já pararam para pensar no que significa o fato de termos algo divino dentro de nós ? Não importa a cor de nossa pele ou de nosso cabelo. Cada um de nós veio ao mundo com o direito divino de sermos chamados filhos e filhas de Deus. E tão certo como somos filhos e filhas de Deus, teremos um dia que prestar contas a Ele quanto ao modo que conduzimos nossa vida. Havemos de ser uma bela rosa pôr apenas um dia ou dois, ou seremos plantados na verdade eterna do evangelho de Jesus Cristo ? Irmãos e irmãs, sou extremamente grato pelo evangelho de Jesus Cristo, sobre o qual podemos edificar um alicerce e partilhar da força que dele provém. A vida torna-se plena de propósito quando assim o fazemos. A vida torna-se uma missão, não apenas uma carreira. Existem coisas mais importantes que devemos fazer além de ganhar dinheiro. Devemos viver para servir”.(Serão domingueiro, Fukuoka, Japão, 19 de maio de 1996)

Nossa Sagrada Responsabilidade

“Que grande responsabilidade é a nossa! O destino do mundo inteiro depende de nós, segundo as revelações do Todo-Poderoso. Não podemos desperdiçar nosso tempo. Não podemos ser indignos em nosso viver. Não podemos deixar que nossos pensamentos se fixem em coisas imorais. Devemos ser o melhor que pudermos, todos nós, porque o próprio relacionamento de Deus, o Pai Eterno, com seus filhos na Terra depende de que eles aceitem o que iremos ensinar-lhes, de acordo com a maravilhosa palavra de Deus.”(Conferência, Missão Taiwan Taipei, 24 de maio de 1996)

Nosso Senhor e Salvador

“Sempre que a mão fria da morte baixar, brilhará através da melancolia e escuridão daquele momento a triunfante figura do Senhor Jesus Cristo, Ele, o filho de Deus, que por meio de Seu incomparável e eterno poder venceu a morte. Ele é o Redentor do mundo. Deu Sua vida por todos nós, tomou-a de volta e tornou-Se as primícias dos que dormem. Ele, como Rei do Reis, permanece triunfante sobre todos os outros reis. Ele, como o Onipotente, está acima de todos os governantes. É nosso consolo, nosso único consolo verdadeiro, quando as sombras da noite terrena se fecham sobre nós (…). Altaneiro por sobre toda a humanidade está Jesus, o Cristo, o Rei da Glória, o Messias imaculado, o Senhor Emanuel. (…). Ele é nosso Rei, Senhor e Mestre, o Cristo vivo que está à mão direita de Seu Pai. Ele vive! Ele vive, resplendente e maravilhoso, o Filho vivo do Deus vivo”. (A Liahona, julho de 1996, p. 70).

Nosso Testemunho de Cristo

“Nenhuma Igreja no mundo se manifesta com um testemunho mais vigoroso da divindade de Jesus Cristo como Filho de Deus e Redentor do Mundo do que esta igreja que leva Seu nome – A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias. O evangelho Dele é o evangelho que ensinamos. O amor que Ele exemplificou é o amor em cujo espírito tentamos trabalhar.”(Entrevista com Susan Evans, BBC Rádio 4, Inglaterra, 26 de agosto de 1995.)


Deseja comentar?