JOSEPH SMITH Jr.


Uma Visão Sobre Joseph Smith


 

Escrevendo na metade do século XIX, o prefeito de Boston e nacionalmente conhecido escritor e jornalista Josiah Quincy fez a seguinte pergunta pouco provável.

"Algum dia no futuro", escreveu ele, "talvez seja feita a pergunta: Que grande americano fez mais para moldar a mente e o destino de seus concidadãos do que qualquer outro homem neste continente? Por mais absurdo que possa parecer a alguns, não é improvável que a resposta seja: Joseph Smith, o profeta mórmon!"
 
Quincy não foi o único comentarista do século XIX que viu algo de notável na religião iniciante, organizada por Joseph Smith, em 6 de abril de 1830 em uma cabana de toras no norte do estado de Nova York.

Leo Tolstoy, romancista russo e defensor da reforma (1828-1910), escreveu: "Se o mormonismo conseguir sobreviver sem sofrer modificações até chegar à terceira e quarta gerações, ele está destinado a tornar-se a maior potência que o mundo já conheceu".

Um amigo de Joseph, Parley Pratt, descreveu-o dizendo que ele tinha 1,83 m de altura, "constituição atlética, era forte e ativo, com pele e cabelos claros, olhos azuis (e) muito pouca barba".Tendo uma disposição "naturalmente jovial", Joseph gostava de brincar com as crianças e praticar luta romana ou participar de competições de força física. Um santo dos últimos dias que foi visitar Joseph em Kirtland, Ohio, escreveu: "Ele não era exatamente o que eu esperava de um Profeta de Deus. Contudo ...
Descobri que era um homem cordial, alegre, agradável e divertido. Não pude deixar de gostar dele".

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias tornou-se bastante reconhecida atualmente como um dos movimentos religiosos que cresce mais rapidamente em todo o mundo. Ela é a única entre as denominações cristãs que proclama ser uma restauração da antiga Igreja de Cristo.

Seus membros em todo o mundo chegam a pouco mais de 11 milhões atualmente. E com mais de 60.000 missionários de tempo integral trabalhando voluntariamente em todo o mundo para chamar mais conversos, pode-se prever a continuação desse crescimento durante o século XXI.

Os santos dos últimos dias reverenciam Joseph Smith como um profeta, na tradição bíblica de profetas como Moisés e Isaías. Os membros da Igreja acreditam que seus ensinamentos doutrinários e instruções referentes à organização da Igreja são resultado de revelação divina, e não de seus próprios estudos.

O fato de Joseph Smith tornar-se a figura central da fé expressa por tantos milhões de crentes por si só já é algo milagroso.

"Pouca coisa em seu passado indicava que ele teria uma vida tão marcante", diz o historiador Dean C. Jesse. "Seus antepassados eram pessoas comuns da fazenda, na Nova Inglaterra. Seus pais eram fazendeiros arrendatários. A limpeza da terra e a luta pela sobrevivência com o que colhiam deixava pouco tempo para a escola".

O próprio Joseph Smith escreveu, em 1832: "Como isso exigia o esforço conjunto de todos os que podiam ajudar de alguma forma no sustento da família, fomos privados do benefício da educação. Basta dizer que mal aprendi a ler e a escrever; sendo que os rudimentos da aritmética foram toda a educação que recebi".

De acordo com Jesse: "Seu conhecimento da Bíblia e seu estilo bíblico de escrita sugerem que grande parte da educação que recebeu na infância tenha sido proveniente dessa fonte".

Quando tinha 14 anos, ele leu um versículo da Bíblia que o influenciou vigorosamente. Naquela época, a região em que sua família morava estava passando por um período de intensa controvérsia religiosa. O jovem Joseph estava confuso com toda aquela discussão.

Quando ele leu em sua Bíblia que Deus daria sabedoria a todos que pedissem com sinceridade, ele decidiu orar para descobrir a que igreja deveria filiar-se.

O próprio Joseph escreveu mais tarde: "Vi um pilar de luz acima de minha cabeça, mais brilhante que o sol, que descia gradualmente sobre mim".

Dentro dessa luz, ele viu dois seres "cujo esplendor e glória desafiam qualquer descrição" e que "eram exatamente idênticos em toda aparência e semelhança". Um deles chamou-o pelo nome e disse, apontando para o outro: "Este é Meu Filho Amado. Ouve-O!"

De acordo com o Dr. Milton V. Backman Jr., ex-professor da Universidade Brigham Young, quando Deus, o Pai, e Jesus Cristo apareceram a Joseph Smith, em resposta a sua oração, Cristo disse-lhe que ele não deveria filiar-se a nenhuma das igrejas, e que Joseph Smith receberia mais instruções sobre como restabelecer a Igreja de Jesus Cristo.

Os membros da Igreja chamam esse acontecimento de "A Primeira Visão". Ela mudou Joseph Smith para sempre, e tornou-s um ponto central da crença dos santos dos últimos dias.

"Ele contou sua visão a um ministro", diz o historiador Dean Jesse, "e foi repreendido". Embora sua família e alguns amigos tenham-lhe dado apoio, as outras pessoas ficaram iradas com sua afirmação de ter recebido revelação direta de Deus, dando início à perseguição e ridicularização que o atormentariam pelo resto da vida.

Os membros da Igreja acreditam que durante os anos seguintes Joseph recebeu revelações e visitas igualmente extraordinárias, recebendo instruções, treinamento e a autoridade do sacerdócio.
Um visitante angelical levou-o até um conjunto de placas com escritos antigos enterrado na terra, sobre o qual estava gravado um livro de escrituras que hoje é conhecido como o Livro de Mórmon. Outro Testamento de Jesus Cristo.

Em 1830, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias foi organizada oficialmente com seis membros. Joseph Smith foi o primeiro Élder da recém-fundada Igreja, e mais tarde foi designado como seu primeiro Presidente.

"A liderança da Igreja deu novo rumo à vida de Joseph Smith", diz o historiador Richard L. Bushman. "Até aquele momento, ele tinha sido um rapaz com um dom e uma missão divinos. A partir de então, sem nenhuma experiência administrativa anterior, ele se tornou responsável pela organização de uma igreja e a direção de um povo".

Ele o fez, disse Bushman, continuando a confiar na revelação. "Geralmente", disse ele, "quando havia um problema a ser resolvido, seja administrativo ou doutrinário, Joseph Smith buscava orientação divina, e por virtude desse auxílio liderava a igreja".

Durante os 14 anos que presidiu A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Joseph Smith realizou o seguinte:

• Construiu cidades em Ohio, Missouri e Illinois.
• Traduziu escritos antigos e recebeu revelações que hoje estão incluídas em três livros de escrituras.
• Organizou um programa missionário internacional.
• Supervisionou a construção de dois templos.
• Ocupou o cargo de prefeito de Nauvoo, que na época era uma das maiores cidades de Illinois.
• Comandou a milícia de Nauvoo como general da Legião de Nauvoo.
• Foi candidato à presidência dos Estados Unidos.

Deseja comentar?